quarta-feira, 29 de agosto de 2012

103ª Mensagem - Meu Mentor me Ensinando a Conversar com Deus...

103ª Mensagem Psicografada
25 AGO 2012 - 8hs30min P.M.
28 AGO 2012 - 8hs37min P.M.

Meu Mentor me Ensinando a Conversar com Deus, Nosso Pai




Deus Pai todo Poderoso, eu lhe peço, eu humildemente lhe imploro Senhor, cuide da minha família, olhe por todos nós, ilumine nossos passos, guiando-os sempre pelo caminho da luz e do bem.
Permita, Meu Deus, que a harmonia se faça presente entre todos, ensina-nos a nos tratarmos com carinho, atenção, preocupação, falando com cada um como nós gostaríamos que falassem com a gente. Que nós saibamos, Meu Pai, observar os exemplos do Senhor e fazer destes exemplos a cartilha do nosso dia-a-dia.
Eu quero lhe pedir Meu Pai que ilumine meus pensamentos, limpe a minha mente de toda a dúvida, não permitindo que a minha fé no Senhor esmoreça. Que eu seja sempre dócil diante dos obstáculos, que eu perceba o quanto são necessários à minha evolução e que eu, lembrando dos seus ensinamentos, saiba transpô-los com dignidade. Que eu perceba, Meu Pai, o quão feliz eu sou por ter esta família linda, que me oferece a oportunidade de aprender a amar e perdoar. Que eu absorva, Meu Pai, cada balsamos recebido, que eu saiba reconhecê-los ao contemplar sua natureza mãe... Que o canto dos pássaros seja para mim como um hino de amor e glória...Que a singela florzinha, que eu encontre no meu jardim me lembre sempre da Sua Presença constante em minha vida, preenchendo meus dias de colorido, de perfume e do doce sabor da companhia dos Anjos.
Como é bom Meu Pai, poder me lembrar de tudo isso, como é maravilhoso olhar a minha volta e saber que meu maior Anjo Protetor, minha Mãe, esta bem aqui, ao meu lado, ainda me ensinando a ser mulher.
 O quanto acalma meu coração sentir a presença do meu marido, olhar em volta e só agora começar a compreender o porque de há tanto tempo estarmos juntos,,,obrigada Senhor, por estar podendo agora perceber o quanto eu e ele temos em comum e o quanto prazeroso é saber que temos aprendido a estar realmente juntos, em todos os aspectos. 
E que filhos lindos, Meu Pai, o Senhor me permitiu ter. Meu coração chora de alegria por esse privilégio. Quero falar um pouco do Gustavo...quanta paz, quanto equilíbrio, quanto desprendimento...como ele me resgata das tormentas e quanto ele me faz bem...obrigada meu amor...muito obrigada...muito obrigada... Agora vou falar do Guilherme, meu bravo e forte guerreiro...este sempre me ensinando a ter coragem, desprendimento, iniciativa...sempre me mostrando que as trevas existem, mas que eu posso passar por elas íntegra, sem nenhuma marca ou sequela, apenas deixando o sentimento de justiça prevalecer... Eu te amo meu amor...muito...muito...muito...
E o Gabriel...o que falar do meu menino, tão firme, tão aparentemente aberto a tudo, ao mesmo tempo tão rígido, não deixando nada transpor seu espaço. Me ensinando a manter sempre o meu próprio santuário - imune as investidas externas - atento ao devido merecimento de cada um, buscando sempre ajudar ao próximo. Meu Anjo lindo...eu te amo...muitíssimo...
Obrigada Senhor...
Obrigada por todos os amigos que o Senhor me permite ter...
Obrigada por tudo...
Por um momento eu me esmoreci, quis deixar o nervosismo tomar conta de mim, mas...

Continuação...

Quanta tristeza... eu quis erguer a minha cabeça...quis olhar para o lado positivo mas algo por aqui ainda não esta bem. Quando penso que melhorei lá vem mais uma mágoa, um obstáculo ou algo triste. Não sei mais o que fazer...
Eu quero sorrir, dizer que esta tudo bem. Que eu sou forte...mas o meu coração esta amargurado...com aquela sensação de incompetência...aquela sensação de que tudo esta errado...eu errei e não sei o que fazer para corrigir. Não somos uma família perfeita...parecia que estava tudo caminhando, der repente estava todo mundo se estranhando...qualquer coisa que um faz é motivo para o outro ficar descontente e eu sempre apagando incêndios... Um aqui, outro ali - estou cansada Senhor. Ontem eu me percebi falando em voz alta o quanto eu já não aguentava mais, o quanto esse mundo daqui me assusta. Parecia, naquele momento, de uma forma muito clara, que minha casa não é aqui.Que no mundo do qual faço parte não tem drogas, brigas, mortes...quando ouço meus filhos falando qualquer comentário sobre estes assuntos, ou quando eu os ouço falando na gíria ou ouvindo determinadas músicas eu me sinto como uma extra terrestre, apavorada, com medo de que algo de ruim aconteça com eles e quando eles demonstram insatisfação com a forma que vivemos, com a vida restrita que levamos ou com o quanto é mais agradável para eles estar "lá fora", ai a tristeza dói imensamente dentro de mim. Fico com uma sensação de não ter cumprido meu dever e de querer voltar logo para aquele meu outro mundo, onde todo mundo vive harmoniosamente,
Não sei o que esta acontecendo comigo... agora, por exemplo, eu tive a clara impressão que meu padrasto (que já morreu a dois anos) acabou de passar pelo portão. Parece que estou dividida entre dois mundos - recebendo amor, força e coragem do meu mundo melhor para caminhar entre espinhos neste mundo tão sangrento.
Quero ficar no meu mundo, cheio de paz e harmonia, ouvindo o canto dos pássaros, o barulho das águas das fontes, a melodia do piano...mas não posso deixar de cumprir um plano que sei (não sei como) já estabeleci antes...mas tudo aqui me assusta muito; o meu corpo dói demais e a minha vontade de querer chorar é imensa.
O que fazer meu Deus?
Me ajude, por favor?
Eu me sinto como uma criança carente precisando de ensinamentos...
Fale claro comigo Senhor, hoje eu estou com dificuldades para interpretar seus sinais.
Estou olhando para meu Caderno de Orações, para a imagem do meu Mentor querido e para o sorriso lindo da minha filhinha de coração, mas não escuto ou vejo nada.
Vou pedir outra vez...
Fale claro comigo Senhor, como se falasse a um cego, surdo e mentalmente confuso... é assim que eu me sinto agora.
Eu te amo Meu Pai...
Te amo muito e estou sentindo muito a sua falta...

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Antiga Benção Celta


Um carinho...um desejo...um pedido...
da Equipe Cantinho Haziel...
 
Antiga Benção Celta

"Que o caminho venha ao teu encontro.

Que o vento sopre sempre às tuas costas,

e a chuva caia suave sobre o teu campo.


e até que voltemos a nos encontrar,

que Deus te sustente suavemente


na palma de Sua mão.


Que vivas todo o tempo que quiseres,

e que sempre vivas plenamente.


Lembra sempre de esquecer as coisas que te

entristeceram, e não esqueça de se lembrar das 


coisas que te alegraram.


Lembra sempre de esquecer os amigos que se 
revelaram falsos, 

mas nunca deixes de lembrar


daqueles que permaneceram fiéis.


Lembra sempre de esquecer os problemas que já passaram,

 mas não deixes de lembrar das bençãos de cada dia.


Que o dia mais triste do teu futuro,
 não seja pior

que o mais feliz do teu passado.


Que o teto nunca caia sobre ti,

e que os amigos debaixo dele nunca partam.


Que sempre tenhas palavras cálidas em um

anoitecer frio,


uma lua cheia em uma noite escura,

e que um caminho se abra sempre à sua porta.


Que vivas cem anos, com um ano extra para

arrepender-te.


Que o Senhor te guarde em Suas mãos,

e não aperte muito Seus dedos.


Que teus vizinhos te respeitem,

que os problemas te abandonem,


os anjos te protejam,

e o céu te acolha.


E que a sorte das colinas celtas te abrace.


Que as bençãos de São Patrício te contemplem.

Que teus bolsos estejam pesados,

e o teu coração leve.


Que a boa sorte te persiga,

 e a cada dia e cada noite tenhas um muro contra o vento,


 um teto para a chuva,


 bebida junto ao fogo,


 risadas que consolem aqueles a quem amas,


 e que teu coração se preencha com tudo o que desejas.


Que Deus esteja contigo e te abençoe,

que vejas os filhos dos teus filhos,


que o infortúnio te seja breve e


 que te deixe cheio de bençãos.


Que não conheças nada além da felicidade

deste dia em diante.


Que Deus te conceda muitos anos de vida.

Com certeza Ele sabe que a Terra não tem anjos suficientes.

E assim seja a cada ano, para sempre !"


Assim é!"



Portal Vida Consciente

domingo, 19 de agosto de 2012

Quanto mais melhor...

Quanto mais melhor...

Quanto maior o número de amigos visitantes e seguidores...
melhores as postagens...
mais diversificados os assuntos abordados...
muito maior o vínculo entre os amigos...


Beijinhos de muita luz e paz em seus corações...
com cheirinho de lavanda...

DivaBarbosa

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Assim Mesmo


Assim Mesmo


“Muitas vezes as pessoas são

 egocêntricas, ilógicas e insensatas.

Perdoe-as assim mesmo.

Se você é gentil, 

as pessoas podem acusá-lo de interesseiro.

Seja gentil assim mesmo.

Se você é um vencedor,

 terá alguns falsos amigos e

alguns inimigos verdadeiros.

Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco,

 as pessoas podem enganá-lo.

Seja honesto e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir,

 alguém pode destruir de uma hora para outra.

Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz,

 as pessoas podem sentir inveja.

Seja feliz assim mesmo.

O bem que você faz hoje,

 pode ser esquecido amanhã.

Faça o bem assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você, 

mas isso pode não ser o bastante.

Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que,

 no final das contas,

 é tudo entre você e Deus.

Nunca foi entre você e os outros.”

Madre Teresa de Calcutá

domingo, 5 de agosto de 2012

101ª Mensagem - Piedade e Luz Divina...

101º Mensagem Psicografada
5 AGO 2012
8hs25min A.M.

Piedade e Luz Divina

"Quando temos amor temos piedade e 
quando temos piedade recebemos de Jesus
a Luz Divina...
Uma Luz que vem clareando a nossa mente,
 nos mostrando que a paciência é uma dádiva que poucos tem...
quem a possui tem também um pedacinho do coração de Jesus...
E quando temos um pedacinho do coração de Jesus, ativo em nós,
isso significa dizer que somos seres já em evolução...
já sentindo um reflexo apenas do que será vivermos em um mundo
onde a Harmonia, o Perdão e a Paz Espiritual reinam...
Assim é viver em Jesus...
Assim é ter a capacidade de amar o próximo,
tendo piedade por todas as suas necessidades...
piedade por todos os seus desgastantes erros cometidos.
É aprendendo a perdoar, 
é aprendendo a termos paciência,
que nós evoluímos...
Quando a paciência lhe faltar ore por Jesus
que Anjos de Luz voarão ao seu lado
lhe dando forças, coragem e iluminando a sua mente 
com uma pitada de Amor Celeste,
para lhe mostrar que Jesus esta bem ai acima de você
lhe Protegendo e lhe Congratulando por ser uma filha obediente.
Siga em frente querida...
Busque em Jesus as forças que lhe faltar
e tenha um excelente recomeçar..."

Rodolfo Rubert e Irmã Beatriz

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

100ª Mensagem - Música Boiadeiro

100º Mensagem Psicografada 
23 JUL 2012
9hs P.M.

Música
O Boiadeiro chegou...



"A menina chamou
A menina chamoouuuuu...
O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuu....
O Boiadeiro chegoouuuuuuuuuu...........
O Boiadeiro chegoouuuuuuuuuu......
Trazendo  flores
Das mãos de Nosso Senhor...........
O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Vem amarrando todo esse gado
Com a flor de Nosso Senhor.......

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Vem abençoando todo esse espaço
Com as Bençãos de Nosso Senhor.......

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Getruá meu povo
Getruá meu povo
Getruá meu povo
Vamos aqui trabalhar
Deixando a harmonia
Nesta casa adentrar...

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Vem trazendo da umbanda 
Trazendo o seu povo
Com todo o seu labor...

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Chamando pela Baiana
Com sua dança, seu canto e o seu frescor...

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Chamando pelo Nego Véio
e todas as Véias do Seu Senhor...

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Chamando com ele o Marinheiro
Para com as suas águas
Limpar todo esse setor...

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Chamando pelo Caboclo
Para com suas ervas
Fazer todo o Curador...

O Boiadeiro chegou
O Boiadeiro chegoouuuuuuuu....
Deixando toda essa casa
E todos os seus filhos
Com as Benção do Senhor...

O Boiadeiro se vai
O Boiadeiro se vaaiiiiiiiii....
Levando consigo
Todas as dores e os dissabooooorrrrrr....






99ª Mensagem - Mensagem para Divanete Barbosa

99ª Mensagem Psicografada
23 JUL 2012
8hs55min P.M.

Mensagem Para Divanete


(Teor Particular)

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

98ª Mensagem - Mensagem para o Sr. Marcelo Kuhnen

98ª Mensagem Psicografada
01 AGO 2012
9hs P.M.

Mensagem para Sr. Marcelo Kuhnen...
... de Irmãos amigos para Irmão amigo...


(Teor Particular)

A ingratidão dos filhos e os laços de família

Instruções dos Espíritos
A Ingratidão dos filhos e os laços de família





"Santo Agostinho"
Paris, 1862

9. "A ingratidão é um dos frutos mais imediatos do egoísmo, e revolta sempre os corações virtuosos. Mas a dos filhos para com aos pais tem um sentido ainda mais odioso. É desse ponto de vista que a vamos encarar mais especialmente, para analisar-lhe as causas e os efeitos. Nisto, como em tudo, o Espiritismo vem lançar luz sobre um dos problemas do coração humano.
Quando o Espírito deixa a Terra, leva consigo as paixões ou as virtudes inerentes à sua natureza, e vai no espaço aperfeiçoar-se ou estacionar, até que deseje esclarecer-se. Alguns, portanto, levam consigo ódios violentos e desejos de vingança. A alguns deles, porém, mais adiantados, é permitido entrever algo de verdade, reconhecem os funestos efeitos de suas paixões, e tomam então boas resoluções; compreendem que, para se dirigirem a Deus, só existe uma senha - a caridade. Mas não há caridade com ódio no coração e sem perdão.
É então que, por um esforço inaudito, voltam o seu olhar para os que detestaram na Terra. À vista deles, porém, sua animosidade desperta. Revoltam-se à idéia de perdoar, e ainda mais a de renunciar a si mesmo, mas sobretudo a de amar aqueles que lhes destruiram talvez a fortuna, a honra, a família. Não obstante, o coração desses infortunados está abalado. Eles hesitam, vacilam, agitados por sentimentos contrários. Se a boa resolução triunfa, eles oram a Deus, imploram aos Bons Espíritos que lhe deem forças no momento mais decisivo da prova.
Enfim, depois de alguns anos de meditação e de preces, o Espírito se aproveita de um corpo que se prepara, na família daquele que ele detestou, e pede, aos Espíritos encarregados de transmitir as ordens supremas, permissão para ir cumprir sobre a Terra os destinos desse corpo que vem de se formar. Qual será, então, a sua conduta nessa família? Ela dependerá da maior ou menor persistência das suas boas resoluções. O contato incessante dos seres que ele odiou é uma prova terrível, da qual às vezes sucumbe, se a sua vontade não for bastante forte. Assim, segundo a boa ou má resolução que prevalecer, ele será amigo ou inimigo daqueles em cujo meio foi chamado a viver. É assim que se explicam esses ódios, essas repulsas instintivas, que se notam em certas crianças, e que nenhum fato exterior parece justificar. Nada, com efeito, nessa existência, poderia provocar essa antipatia. Para encontrar-lhe a causa, é necessário voltar os olhos ao passado.
Oh, espíritas! Compreendei neste momento o grande papel da Humanidade! Compreendei que, quando gerais um corpo, a alma que se encarna vem do espaço para progredir. Tomais conhecimento dos vossos deveres, e ponde todo o vosso amor em aproximar essa alma de Deus; é essa a missão que vos foi confiada, e da qual recebereis a recompensa, se a cumprirdes fielmente. Vossos cuidados, a educação que lhe derdes, auxiliarão o seu aperfeiçoamento e a sua felicidade futura. Lembrai-vos de que cada pai e a cada mãe, Deus perguntará: "Que fizestes da criança confiada à vossa guarda?" Se permaneceu atrasada por vossa culpa, vosso castigo será o de vê-la entre os Espíritos sofredores, quando dependia de vós que fosse feliz. Então vós mesmos, carregados de remorsos, pedireis para reparar a vossa falta; solicitareis uma nova encarnação, para vós e para ela, na qual a cercareis de mais atentos cuidados, e ela, cheia de reconhecimento, vos envolverá no seu amor.
Não recuseis, portanto, o filho que no berço repele a mãe, nem aqueles que vos paga com a ingratidão: não foi o acaso que o fez assim e que lhe enviou. Uma intuição imperfeita do passado se revela, e dela podeis deduzir que um ou outro já odiou muito ou foi muito ofendido, que um ou outro veio para perdoar ou expiar. Mães! Abraçai, pois, a criança que vos causa aborrecimentos, e dizei para vós mesmas: "Uma de nós duas foi culpada." Merecei as divinas alegrias que Deus concedeu à maternidade, ensinando a essa criança que ela está na Terra para se aperfeiçoar, amar e abençoar. Mas, ah! Muitas dentre vós, em vez de expulsar por meio da educação os maus princípios inatos, provenientes das existências anteriores, entretêm e desenvolvem esses princípios, por descuido ou por uma culposa fraqueza. E, mais tarde, o vosso coração ulcerado pela ingratidão dos filhos, será para vós, desde esta vida, o começo da vossa expiação.
A tarefa não é tão difícil como podereis pensar. Não exige o saber do mundo: o ignorante e o sábio podem cumpri-la, e o Espiritismo vem facilitá-la, ao revelar a causa das imperfeições do coração humano.
Desde o berço, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de sua existência anterior. É necessários aplicar-se em estudá-los. Todos os males têm sua origem no egoísmo e no orgulho. Espreitai, pois, os menores sinais que revelam os germes desses vícios, e dedicai-vos a combatê-los, sem esperar que eles lancem raízes profundas. Fazei como o bom jardineiro, que arranca os brotos daninhos à medida que os vê aparecerem na árvore. Se deixardes que o egoismo e o orgulho se desenvolvam, não vos espanteis de ser pagos mais tarde pela ingratidão. Quando os pais tudo fizeram para o adiantamento moral dos filhos, se não conseguiram êxito, não tem do que lamentar e sua consciência pode estar tranquila. Quanto à amargura muito natural que experimentam, pelo insucesso de seus esforços, Deus reserva-lhes uma grande, imensa consolação, pela certeza que é apenas um atraso momentâneo, e que lhe será dado acabar em outra existência a obra então começada, e que um dia o filho ingrato os recompensará com o seu amor.
Deus não faz as provas superiores às forças daqueles que as pede; só permite as que podem ser cumpridas; se isto não se verifica, não é por falta de possibilidades, mas de vontade. Pois quantos existem, que em lugar de resistir aos maus arrastamentos, neles se comprazem: é para eles que estão reservados o choro e o ranger de dentes, em suas existências posteriores.Admirai, entretanto, a bondade de Deus, que nunca fecha a porta ao arrependimento. Chega um dia em que o culpado está cansado de sofrer, o seu orgulho foi por fim dominado, e é então que Deus abre os braços paternais para o filho pródigo, que se lança aos seus pés. As grandes provas, - escutai bem, - são quase sempre o indício de um fim de sofrimento e de um aperfeiçoamento do Espírito, desde que sejam aceitas por amor a Deus. É um momento supremo e é nele sobretudo que não falir pela murmuração, se não se quiser perder o fruto da prova e ter de recomeçar.Em vez de vos queixardes, agradecei a Deus, que vos oferece a ocasião de vencer, para vos dar o prêmio da vitória. Então quando, saído do turbilhão do mundo terreno, entrardes no mundo dos Espíritos, sereis ali aclamado, como o soldado que saiu vitorioso do centro da refrega.
De todas as provas, as mais penosas são as que afetam o coração. Aquele que suporta com coragem a miséria das privações materiais, sucumbe ao peso das amarguras domésticas, esmagado pela ingratidão dos seus. Oh, é essa uma pungente angústia! Mas o que pode, nessas circunstâncias, reerguer a coragem moral, senão o conhecimento das causas do mal, com a certeza de que, se há longas dilacerações, não há desesperos eternos, porque Deus não pode querer que a sua criatura sofra para sempre. O que há de mais consolador, de mais encorajador, do que esse pensamento de que depende de si mesmo, de seus próprios esforços, abreviar o sofriment, destruindo em si as causas do mal? Mas, para isso, é necessário não reter o olhar na Terra e não ver apenas uma existência; é necessário elevar-se, pairar no infinito do passado e do futuro. Então, a grande justiça de Deus se revela aos vossos olhos, e esperais com paciência, porque explicastes a vós mesmos o que vos parecia monstruosidades da Terra. Os ferimentos que recebestes vos parecem simples arranhaduras. Nesse golpe de vista lançado sobre o conjunto, os laços de família aparecem no seu verdadeiro sentido: não mais os laços frágeis da matéria que ligam os seus membros, mas os laços duráveis do Espírito, que se perpetuam, e se consolidam, ao se depurarem, em vez de se quebrarem com a reencarnação.
Os espíritos cuja similitude de gostos, identidade de progresso moral e de afeição, levam a reunir-se, formam famílias. Esses mesmos Espíritos, nas suas migrações terrenas, buscam-se para agrupar-se, como faziam no espaço, dando origem às famílias unidas e homogêneas. E se, nas suas peregrinações, ficam momentaneamente separados, mais tarde se reencontram, felizes por seus novos progressos, Mas como não devem trabalhar somentepara si mesmos, Deus permite que Espíritos menos adiantados venham encarnar-se entre les, a fim de haurirem conselhos e bons exemplos, no interesse do seu próprio progresso. Eles causam, por vezes, pertubações no meio, mas é lá que está a prova, lá que se encontra a tarefa. Recebei-os, pois, como irmãos; ajudai-os e, mais tarde, no mundo dos Espíritos, a família se felicitará por haver salvo do naufrágio os que, por sua vez, poderão salvar outros."