quinta-feira, 15 de novembro de 2012

159ª Mensagem - O sonho se misturando com a vida real...

159º Mensagem Psicografada
14 NOV 2012
0hs50min...

O sonho se misturando com a vida real...
"Era um sonho: uma sala em um lugar muito alto, rodeado por pedras e fontes de água - um lugar muito bonito...a sala era destinada à benzimentos, passes, curas...
Muitas pessoas estavam chegando para serem atendidas...
Resolvi ir até lá fora para definir o atendimento - verificar quem chegou primeiro - quais os casos mais urgentes etc... resolvi atender primeiro os idosos e as crianças.
Voltei para a sala...ia iniciar o atendimento quando um senhor adentrou a sala, com a cabeça sangrando muito...ele explicou que havia se machucado lá fora e que não poderia esperar o atendimento...preferia ir embora e foi... Alguém comentou que aquele senhor era meu pai...
No momento seguindo observei que todas aquelas pessoas estavam, juntas, indo embora, acompanhando aquele Senhor.
Resolvi sair para caminhar - estava acompanhada por uma jovem, alegre e falante...
Descíamos por um belo caminho florido e com muitas pedras e muitas fontes... ouvi um homem brincando com a jovem que me acompanhava...ele lhe perguntou: você pegou a abóbora da minha plantação? e a garota sorrindo respondeu: peguei sim...apontando em seguida para uma rocha onde ela havia colocado a abóbora já cortada em gomos, deitou-se ao lado, de bruços, com os braços abertos e por sobre a garota e a abóbora jorrava muita água da fonte.
Continuava a caminhada quando observei que de uma abertura, no centro de uma rocha - saia um animal, como se estivesse escapando. Quis pegá-lo, para que não fugisse mas observei, horrorizada, que preso ao animal, por um cordão muito parecido ao cordão umbilical, estava um outro animalzinho. Muito impressionada vi quando o animal maior, num gesto de defesa, engoliu completamente o menorzinho...
Me parece que neste momento eu fiquei momentaneamente apagada. Quando voltei em mim a mesma cena se repetia, só que ao invés de animais eram dois homens idênticos. Um fazia um esforço supremo para engolir o outro...seu corpo ia se moldando por cima do outro...como se estivesse colocando uma luva...

Foi então que ouvi uma vozinha feminina me dizendo:
- Esta é a história de sua vida...o nascimento...o dom de curar...um caminho de flores e luzes...a colheita de formosos frutos...banhados pelas águas Divinas e...a fuga desesperada da missão a cumprir...como se quisesse abortá-la no meio do tempo, antes mesmo da colheita do fruto principal...
- Não fuja minha querida...o tempo é este...esta é a sua missão...os amigos aqui estão e ainda que você encontre obstáculos, como o ocorrido com o Senhorzinho que machucou a cabeça, use sua força para combatê-los. Continue a caminhada. Alegre-se com as flores do caminho. Sinta o sabor dos frutos e permita ao seu Espírito fazer aquilo que ele faz de melhor...Curar...jamais esconda o espírito dentro do corpo físico...ao contrário, faça o renascer sempre para cumprir a Glória Divina.
- Deixo aqui para você as Flores Sagradas da Alegria...lavo com as Águas Benditas toda a sua tristeza, solidão, apatia, levando tudo para ação do universo tratar e transmutar. Deixo contigo a Beleza do Renascer...a Dádiva do Amor e a Força do Multiplicar..."

De sua amiga, filha e ser conselheiro encantado...
Clarinha