domingo, 16 de dezembro de 2012

182ª Mensagem - O Diálogo...

182ª Mensagem Psicografada
15 DEZ 2012
9hs30min
O Diálogo: Meu Mentor, meu espírito e eu...aprendendo...
O Diálogo: Meu Mentor, meu espírito e eu...aprendendo...

"O que fazer quando não se sabe o que fazer?
Como vencer a sensação de incapacidade ou medo para resolver determinada  situação?
Como falar quando não há quem queira ouvir?
Como ensinar se não há aquele que deseja aprender?
Como ter a certeza que se pode ensinar?
Como saber se o correto não seria aprender ao invés de ensinar?

Não há respostas...apenas cansaço...cansaço de falar e não ser compreendida. Cansaço de tentar ensinar e depois ser recriminada por ter feito tudo errado.

Já não se sabe mais o certo ou errado.
Todo o aprendido parece já não fazer parte do que seria certo repassar aos outros, nos dias de hoje...

Como falar do futuro se não há presente para provar que tudo deu certo e que os frutos colhidos estão bem aqui, para serem vistos ou sentidos?

Se falamos podemos não estar certos... Se calamos somos omissos... Se falamos, dependendo do assunto, ainda ouvimos que estamos enganados, porque se estivéssemos certos nossa vida estaria melhor. Se calamos podemos ser culpabilizados por não termos impedido um erro - se tivéssemos dado nosso exemplo...

Enfim, falando ou calando só o outro é quem vai nos dizer se estamos certos ou errados...porque só cabe ao outro dizer se ele tem interesse ou não na nossa experiência de vida...
Quando tratamos com alguém considerado incapaz de produzir julgamento de certo ou errado devemos tão somente nos colocarmos uma única vez, com palavras pronunciadas claramente, com pausa para seu completo entendimento, olhando nos olhos do outro e gesticulando de tal forma que mostre ao ouvinte nosso real interesse em seu sucesso pessoal e no fortalecimento da amizade. A partir dessa conversa inicial palavras já não se fazem necessárias, apenas os exemplos poderão fortalecer a mensagem ora transmitida.

O caminho a ser seguido - compete sua escolha apenas ao envolvido...
Se ele errar há que se ter sabedoria para lhe reconduzir pelo caminho mais acertado...
Se ele acertar as Glórias serão apenas seu mérito...
Entre erros e acertos vamos adquirindo a maturidade... e uma lição ensinada equivale a uma página do livro da vida virada, e uma vez virada a página a leitura deve ser seguida - assim como se deve seguir também a sua escrita.

Mestre ou Aprendiz, não importa em qual posição esteja, as lições não se repetem nunca, apenas se acumulam à próxima quando não bem compreendidas...

Então:
- Que os Mestres ensinem com sabedoria...
- Que os Aprendizes saibam ouvir e aplicar...
São Francisco de Assis