quinta-feira, 4 de julho de 2013

72ª Mensagem - Reencarnação (necessária ou não?)

72ª Mensagem Psicografada - Reencarnação (necessária ou não?)
04 JUL 2013
6hs48min A.M.


Reencarnação (necessária ou não?)
"Às vezes, muitos espíritas, estudiosos da Palavra do Espírito da Verdade, em momentos de crise, se perguntam sobre a real necessidade de tantas reencarnações. Perguntam se Sábio como é o Nosso Criador, se Ele não encontraria uma maneira bem rápida e eficiente para nos ajudarmos a compreender nossa imperfeições sem que para isso precisemos reencarnar tantas vezes.
Prestemos atenção em nossos sentimentos:
- quando estamos felizes, nos sentindo completos e realizados...adquirimos com esse sentimento uma força tão magnífica que conseguimos pensar, racionalizar, resolver o mais complicado dos problemas, àqueles que imaginamos sem nenhuma solução aparente. Tudo fica claro, todas as ações se correspondem, equacionando a resolução.
Agora, quando em nossas mentes e corações os sentimentos que comandam nossas ações são de dúvidas, medo, insegurança, desamor, então, não conseguimos visualizar nenhuma porta de claridade que nos leve à conclusão do problema em questão. Ficamos apáticos...como uma maáquina desligada de seus cabos de força e por mais que os Trabalhadores da Luz cuidem dessa "máquina"...por mais que eles protejam,,,nada consegue transpassar essa barreira criada e assim a "ferrugem da vida" vai se fazendo presente até que num tempo de extrema deficiência e desequilíbrio a "máquina" deixa de funcionar, chegando a triste posição de "ovóide" (uma semente sem luz própria).
Pensando na real necessidade de várias reencarnações e comparando com o nível de espessamento moral e emocional adquirido quando não existe Fé e Amor concluímos que "várias reencarnações" é de todos os "remédios" o mais doce e sem contra-indicações que poderia nos ser administrado, em doses absolutamente condinzentes com nossa estrutura espiritual.  Este remédio vai sendo assimilado por nosso organismo mental na medida de sua necessidade.
Reencarnação: mais um motivo para reconhecermos a Grande Sabedoria - movida apenas pelo Amor e pela Justiça - do Nosso Amado Criador..."
São Francisco de Assis

quarta-feira, 3 de julho de 2013

71ª Mensagem - Um momento de fragilidade...conversando com meu mentor...

71ª Mensagem  1º Momento Escrita/2º Momento Psicografada
2 JUL 2014
9hs26min P.M.

Um momento de fragilidade...
...conversando com meu Mentor...
... Mentor respondendo...



Sabe meu amigo eu gostaria de poder explicar tudo o que eu estou sentindo...ou melhor... eu acho que eu quero mesmo é ficar bem quietinha e ouvir a sua voz me aconselhando...porque sei que o Senhor sabe tudo que se passa dentro de mim...o Senhor sabe até as coisas que eu não sei...sabe do meu passado, em outras vidas, até do que será o meu futuro... e eu aqui, me atropelando toda com as palavras, tentando, eu acho, é compreender os meus sentimentos.
Todos, em todos os lugares do mundo, afirmam que é uma fase - ou melhor, uma passagem de um estado, o de expiação, para outro, o da regeneração.
Dizem que conscientemente escolhemos a vida que levamos e eu acredito nisso, o problema é que eu penso que eme substimei quando acreditei que era capaz de vencer estes obstáculos - eu não sou não... estou cansada, triste, sem esperanças, com uma dor imensa em meu coração quando olhos para os meus filhos e percebo que já não consigo ir além e quero partir. Sei que isso é uma fraqueza. Sei que nõ devo nem falar e muito menos pensar isso, mas hoje é assim que eu me sinto, cansada demais, triste demais e com dores físicas como se tivesse saído de uma batalha.
Me ajude meu Pai...por favor...esta parecendo mais fácil escrever do que falar...talvez porque escrevendo eu não ouço e falando eu tenho que pensar...não sei...
Só lhe peço uma coisa meu Pai: não me deixe sem a capacidade de ouvir, intuir aquilo que os meus Grandes Amigos da Luz me orientam. Se o Senhor acha que neste momento não estou podendo mais incorporá-los, ao menos me permita ouví-los, para que eu possa escrever e assim ir me fortalecendo...
Não me abandone meu Pai...eu quero muito continuar ajudando as outras pessoas mas nesse momento não estou conseguindo nem ajudar a mim mesma.
Por favor Mestre, Mentor e Amigo São Francisco de Assis, fale comigo, deixe-me vê-lo, como antes...toque em meu coração...
Um só toque Seu e a minha alegria irá retornar...
Sua benção...

Diva Barbosa

Respondendo ao seu apelo...


"Pois é minha filha...você me chamou e aqui eu estou...aliás, minha querida, eu nunca deixei de estar...estava quietinho, como você disse que queria ficar - estava ouvindo seu coração...conversando com seu espírito...discutindo a melhor maneira de te ajudar a avançar... e sabe o que concluimos? ... que bom que você esta vivenciando este momento...que bom que consegue perceber todas as coisas e sentimentos que já não lhe servem...que bom que o amigo corpo físico esta conseguindo exortar para fora de você toda a energia negativa...isso tudo apenas comprova o quanto seu espírito esta lúcido e equilibrado, resolvendo todos os conceitos, limpando todas as impurezas, recordando sua missão, reconhecendo amigos/parceiros nesta jornada e humildemente se colocando em situação de fragilidade, solicitando orientação.
Muito bem minha filha querida...não poderíamos esperar menos de um espírito tão dócil e iluminado. Agora que já lhe dissemos que tudo isso não é sinal de fraqueza NÃO pronuncie sequer a intenção de abortar sua missão. Fortaleça-se nas orações...ilumine seu caminho na Luz do Mestre Criador...utilize-se do que a Mãe Natureza tem a lhe oferecer para regenerar o corpo físico...faça chás, saladas, banhos...proteja-se dos ataques inferiores e sempre...sempre...tenha um sorriso acolhedor para seu próximo... A cada sorriso ofertado um novo Brilho Resplandecente do Senhor irá lhe envolver fortalecendo-a...
Nós te amamos minha filha e estamos sempre ao seu lado."

São Francisco de Assis
Rodolfo Rubert

terça-feira, 2 de julho de 2013

A Divina Escada...

A Divina Escada...


Cada mortal que sobre a Terra surgir
Receberá de Deus uma escada para subir;
E esta escada cada um há de galgar
Degrau por degrau. Desde o mais baixo lugar
Vai percorrê-la, passo a passo: desde o início
Ao Centro do Espaço, ao seu próprio Princípio.

Numa era passada, mas que hoje perdura,
Escolhi e moldei minha escada; tu escolheste a tua.
Quer seja de Luz, ou seja, obscura,
Por nós mesmos foi ela escolhida:
Uma escada de ódio ou uma de Amor
Seja ela oscilante ou firmada com vigor.

Quer feita em palha ou formada em ouro rei,
Cada uma obedece a uma justa Lei.
E a deixaremos quando o tempo esgotado;
Dela toma-se posso ao ser de novo convocado.
Por vigias, em frente a um portão cintilante,
Ela é guardada por cada alma passante.

Mesmo sendo a minha estreita e a tua alargada,
Sozinho chego a Deus por minha própria escada.
A de ninguém posso pedir, nem a minha emprestar;
Com o esforço em subir na sua, cada um tem de arcar.
Se, em cada degrau que escalares,
Só barreiras e tormentas encontrares;

Se pisar sobre ferro carcomido e madeira bichada,
A ti cabe transformar tudo isto para, seguro, galgares tua escada.

Reforçá-la e tê-la sempre reconstruída
É a tua tarefa árdua, mesmo que longa seja a tua vida.
Chegando ao fim da Escada, já terás cruzado a PONTE
Que te dará todos os tesouros da Terra, e do Espírito Divino, a FONTE.

Tudo o que de outra forma se possa obter
Será ilusão apenas. Não pode permanecer.
Em revoltas inúteis não faremos o tempo fugir.
Subir, cair, reconstruir; cair, subir, reconstruir,
Cumpramos isto, até que nossa carreira humana nos leve a toda a Verdade,
Até que juntos, homem e Deus, sejamos UMA só Divindade.

O MAHA CHOHAN

Bens Espirituais...

Bens Espirituais


 Agradece ao Pai, a benção da oportunidade de servi-lo, colocando em teu caminho, criaturas desconhecidas, suplicando-te amparo e proteção.
Faz de conta, que são teus familiares bem queridos. Aqueles que, suspiram para ouvir-te falar, e sentir teu amor através de um abraço. Transmita-lhes a confiança que te oferecem, e os sentirás como verdadeiros irmãos.
Não ha riqueza maior, aqui na Terra, que os bens espirituais. E, estes só se conseguem, através do amor que repartimos.
Se não tens familiares achegados, tens os que te procuram como amigos. E se estes não te aceitam o concurso fraterno, eis que, o Pai coloca na tua estrada, os desventurados e sofredores para que os acolhas em seu nome, proporcionando-te a fonte inesgotável da Vida Eterna através da felicidade que se sente do amor, pelo amor de servir em nome do Senhor.
Medita nas bênçãos que o Pai te confia, colocando-te junto de teu próximo necessitado! Não as desperdices, querendo enxergar as faltas do mesmo. Trata de amenizar a dor manifesta, sem prescutar-lhe a causa. É possível que esta resida nas estradas longínquas do passado, e quem sabe, se neles, não apareceras como culpado.
Bendiz, meu filho, todos quanto te procuram! Feliz de quem luta e vive para beneficiar aos outros, porque está ganhando amigos para a Eternidade!

26/04/1969 Bezerra de Menezes

Canção do Perdão...

 Canção do Perdão


 Escuta, meu irmão esta mensagem
que o mestre envia com amor!
É luz iluminando tua ramagem
pelos caminhos da dor.


Perdoa a quem te ofende e calunia
esquece todo o mal
e encontrarás alegria...


Perdoa sem impor humilhação
é ter Jesus no coração!


Perdoa com sinceridade
e encontrarás felicidade.


Transforma o ódio em amor,
e o espinho em perfumada flor...


Segue na vida sempre amando
e ao inimigo perdoando.

Autor: João Cabete