quarta-feira, 19 de março de 2014

14ª Mensagem - Falando com Deus...

14ª Mensagem
17 MAR 2014
8hs8min A.M.

Falando com Deus...
"Falando com Deus...pedindo orientação à Espiritualidade...chamando pelos amigos da Luz e do Amor...
O que fazer em tempos tão críticos, tão dolorosos de serem vivenciados? Como suportar, Senhor, tão tristes necessidades?
Sabemos, aprendemos, desde ainda muito pequenos, que a oração é o remédio eficaz para todos os males...ainda que acreditando que somos sempre ouvidos e que receberemos o cuidado necessário no momento oportuno...ainda que sentindo em nossos corações a força do amor e da proteção Divina, como aquietar nossas mentes de tantos medos e angustias?
Uma vez alguém me ensinou que após termos feito todas as tentativas conhecidas para resolvermos determinada questão, então, deveríamos nos entregarmos aos cuidados finais do Mestre Criador, que tudo sabe e tudo pode...
Mas, eu volto a lhe perguntar meu Senhor: o que fazer quando já oramos, com entrega e verdade, muitas vezes, pedindo orientação? O que fazermos quando exercendo a lição da fé e da paciência já realizamos diversas tentativas de solucionar a questão e ainda assim não atingimos a resolução? Qual atitude tomar quando vemos outras pessoas de nosso círculo familiar também sofrerem por tais questões? Como saber meu Pai, como entender toda essa situação de forma a corrigir pendências cármicas passadas, dívidas a serem pagas, pedidos de perdão a serem sentidos e concretizados e ainda nos manter em serenidade?
Aprendemos que não cai uma folha se não for de sua permissão...sendo assim entendemos que se um grupo familiar esta sendo atingido pela necessidade de passar por esse aprendizado é porque é importante isso para a evolução de todos...
Conversando agora com o Senhor, escrevendo sobre meus sentimentos, sinto meu coração se aquietar e nascer em meus pensamentos a faísca da esperança de que tudo será resolvido...ouvindo os gemidos de dor do meu marido posso perceber o quanto gosto de ser quem sou...entendo agora, que o Senhor está colocando em minhas mãos as ferramentas e que, por necessidade minha de aprovação do meu grupo, por insegurança, não estou, de verdade, realizando todas as minhas tentativas de solução, pelo menos, ao que diz respeito à minha vida individual.
Obrigada meu Pai...
Obrigada pela Sua Presença constante em minha vida...
Obrigada pelos Seus cuidados...
Obrigada pela Paz e Esperança que sinto agora...
Não vejo...não escuto...mas sinto brotar em meu coração todo o seu amor enraizando em mim a confiança que tudo ficará bem...
Abençoada a Sua Proteção...
Imenso o Seu Amor...
Grandiosa a Sua Ajuda...
Sentindo-me FELIZ!!!"