sábado, 13 de fevereiro de 2016

Retrospectiva de vida - Tempo de continuar...

Atualização:

31 DEZ 15
00hs43min

Retrospectiva de vida:

"Nascer…aprender os primeiros passos…reconhecer laços familiares…estruturar caminhos e metas…fazer amigos…evoluir…
Próximo aos 40 anos de idade a surpresa espiritual…o recebimento ou a lembrança ativada de novos caminhos a serem seguidos…a preparação, tijolo por tijolo, de uma nova morada de prática e reencontro com a fé…
Nos últimos tempos vários foram os cursos buscando estimular memórias passadas:
Apometria
Benzimento
Descarrego, Práticas de
Desdobramento Astral
Reiki, Mestrado em
Bastão Atlante, Terapia Holística
Radiestesia e Radiônica
Magia Divina das Sete Chamas Sagradas
Magia Divina das Sete Pedras Sagradas
História da Umbanda
Arquétipos de Umbanda
Teologia de Umbanda
Sacerdócio de Umbanda – Formação Religiosa, Mediúnica e Sacerdotal
Mediunidade, Saúde e Alimentação
Mediunidade na Umbanda
Sexualidade e Mediunidade
Altares, Tronqueiras e Assentamentos
Afoshé, Patuás e Talismãs
Catimbó
Ervas na Umbanda
Práticas e Preparos com Ervas
Rituais com Ervas
Zé Pelintra e a Linha dos Malandros
Mironga de Baiano
Seres da Natureza
De Poseidon à Exu
Exu – O Guardião da Luz
Pombagira e Exu Mirim
Exu do Ouro
Tranca Ruas – O Senhor dos Caminhos
Tranca Ruas – Rituais e Oferendas
Povo Cigano e a Linha do Oriente
O entendimento de que fecharia um círculo básico de informações para me sentir mais fortalecida e apta à cumprir o Plano Estabelecido pela Espiritualidade e por mim…
Mas o que eu não percebi, pelo menos não de imediato, é que a prática exaustiva de todos esses aprendizados se dava dentro de minha casa, com e entre os meus familiares mais diretos…
Sob o meu raciocínio apenas a impressão de que vivia problemas rotineiros de uma família, paralelo aos problemas comuns de um Templo de Práticas Espirituais…
Entre estudos, práticas espirituais e terapêuticas, vivências familiares… eu fui avançando…estava quase chegando lá onde eu firmaria o fechamento do ciclo mínimo de conhecimentos…faltava pouco para a Consagração Final na Umbanda…também faltava pouco para o Certificado de Terapêuta Radiestesista…e menos ainda para o recebimento da outorga maior do Reiki – o Mestre que pode iniciar outros reikianos…
Mas um novo aprendizado se fez presente e como um caos estabelecido me obrigou a mudar todos os planos…não bastava apenas o estudar…menos ainda bastava a prática com consulentes/clientes/pacientes…não se fazia suficiente a dirigência de um Templo Religioso com seus exercícios…
A lição chegou mais forte e robusta…
Veio envolvida por diferentes aprendizados…
Era chegada a hora de afirmar a fé… fortalecer a coragem… aumentar o equilíbrio e a serenidade…ancorar todas as proteções…e especialmente responder o questionamento maior: aprendi a perdoar? aprendi a amar?
A grande dificuldade foi e ainda está sendo viver com equilíbrio e serenidade quando problemas de saúde, de ordem muito grave acomete pessoas do seu coração (mãe e marido), te colocando em posição de um certo “nada mais há para ser feito, exceção feita ao confiar no Pai Maior, manter a fé de que tudo está acontecendo exatamente como deveria acontecer – porque assim é o melhor para todos os envolvidos…
Em seguida vem o aprender a viver sob fortes e severas dificuldades materiais/financeiras – o que vem para nos ensinar a nos mantermos sempre sob o caminho reto da Lei Maior e da Justiça Divina…isso testa a nossa capacidade de não nos desviarmos do Caminho da Luz, mesmo que bombardeados por fortes guerreiros do mal…
Para não esquecer do aprender a ter paciência, humildade e viver em simplicidade…quando eu achava que tínhamos (todos os de minha casa) chegado ao limite das tristezas, por causa do problema de saúde de minha mãe, passei um longo período a acompanhando em seu tratamento médico, dentro de uma Ala de Psiquiatria… foi nesse tempo que entendi parte dos caminhos da Espiritualidade Maior: uma paciente já bastante idoso e fragilizada, como médium, me oferecendo a oportunidade de aprender a exercer um dos braços da Caridade. Ainda que sob efeito de altas drogas medicamentosas – praticamente inerte ao mundo material ela foi me ensinando que sempre há tempo para o resgate da vida humana e que em tempo nenhum há que se praticar o julgamento…
QUERO AGRADECER À MINHA FAMÍLIA POR TUDO O QUE SOMOS, APRENDEMOS E COMPARTILHAMOS…
QUERO AGRADECER AO PAI MAIOR POR ME PERMITIR ENCERRAR O CURSO DE FORMAÇÃO RELIGIOSA, MEDIÚNICA E SACERDOTAL DA UMBANDA, MINISTRADO POR PAI Rodrigo Queiroz, DO INSTITUTO CULTURAL DE ARUANDA – ICA, SOMANDO TODAS ESSAS GRANDIOSAS VIVÊNCIAS E PRÁTICAS ESPIRITUAIS…
QUERO AGRADECER TODOS OS MESTRES E TUTORES QUE ME PERMITIRAM APRENDER, ME ACEITANDO COMO SIMPLESMENTE DISCÍPULA…E ME AGRACIANDO COM TANTOS CONHECIMENTOS E TÍTULOS…
QUERO AGRADECER A TODOS AQUELES QUE ME ACOMPANHARAM OU QUE ME PERMITIRAM ESTAR ENTRE ELES, ME FORTALECENDO, ME AMPARANDO, ME ORIENTANDO…
E COLOCO-ME EM ETERNA POSIÇÃO DE REVERÊNCIA A TODOS OS MEUS MENTORES, AMPARADORES, SUSTENTADORES E GUARDIÕES…
QUE A PAZ..O AMOR…E A EVOLUÇÃO SE FAÇA PRESENTE EM TODOS OS CORAÇÕES…
FELIZ E PRÓSPERO 2016"